Portugues Inglês Español
Clique para Voltar a Home
Busca:
Facebook Twitter You Tube Intagram Intagram
Selecione uma de nossas técnicas

 

  Brincar é uma arte que agrega prazer e conhecimento.

 

  Obras de Arte

 
  Datas Comemorativas

         •  Dia da Criança – Chegou a hora de presentear seus alunos
 

  Projeto

 

  Jogos e Brincadeiras

 
Manual do educador
Clique para baixar o manual
Clique aqui para baixar o manual
Clique para baixar o manual
Clique aqui para baixar o manual
Clique para baixar o manual
Clique aqui para baixar o manual
 
Clique para baixar o manual
Clique aqui para baixar o manual
 
Clique para baixar o manual
Clique aqui para baixar o manual
 
 
Veja mais técnicas
para educadores
 
Educador(a), entre em contato conosco
através do email:educador@acrilex.com.br
Você está em: Home > Educadores > Edição 24 > Obras de Arte
Voltar
Obras de Arte

O artista plástico Ivan Cruz nasceu em 1947 nos subúrbios do Rio de Janeiro e brincava pela ruas do seu bairro como toda criança.

Apesar de amante da Arte, enveredou-se pelo caminho do Direito e se formou em 1970, mas nunca deixando de lado a pintura, o que mostrou frequentando a Sociedade Brasileira de Belas Artes nos anos 60 e visitas constantes ao MAM e ao Museu Nacional de Belas Artes. Em 1978 trocou o sucesso financeiro do Rio pela beleza natural de Cabo Frio onde o sol, o mar e a natureza frutos contagiaram seu espírito.

No ano de 1986 resolveu abandonar a advocacia e se dedicar integralmente à produção artística, e lembra que quando jovem, a primeira pintura que conheceu foi de Portinari em sua fase geométrica. A sua preocupação foi sempre com a criação e não com a cópia ou engajamento em alguma Escola já criada. Ingressou na Escola Brasileira de Belas Artes (hoje EBA) da U.F.R.J., frequentando seus bancos escolares pelo tempo que julgou necessário. Sempre acreditou ser o ecletismo a sua unidade, querendo sempre criar e não copiar apenas.

Passou a fazer uma série de exposições em Cabo Frio e demais municípios da Região dos Lagos, além do Rio de Janeiro, sempre com estilos diversos a cada exposição, passando por temas abstratos e figurativos, das mais diversas variações de sua expressão pessoal.

Em 1990, se preparando para uma exposição em Portugal, Ivan Cruz pintou seus primeiros quadros com temas de sua infância, mais precisamente suas Brincadeiras. O sucesso foi tão grande por aqui, que ele cancelou sua exposição em Portugal e expôs em várias cidades da Região dos Lagos e no Rio de Janeiro.


 
“Várias brincadeiras II” – 2006


Passou a retratar em suas telas: piões, crianças pulando corda, jogando bola-de-gude, pulando amarelinha, soltando pipa, pulando carniça e muito mais...

De 1990 até hoje, Ivan Cruz pintou cerca de 250 quadros, retratando mais de 100 brincadeiras distintas e chamou essa série de “Brincadeiras de Criança”. Estas obras ressaltaram sua forma de expressão e a repercussão foi estrondosa. Transformou-se num projeto, pois passou a reunir em suas exposições não só os quadros, mas os brinquedos retratados, oficinas de brincadeiras e confecção de brinquedos, contadores de histórias, além de uma ambientação com músicas da época, como cantigas de roda... Tudo nascido do sonho, da saudade e da vontade de fazer com que todos voltassem a brincar e as crianças de hoje aprendam o verdadeiro espírito dessa arte que está sendo deixada de lado.



Ivan Cruz baseia seu trabalho na fase que criou: “A criança que não brinca não é feliz, ao adulto que quando criança não brincou, falta-lhe um pedaço no coração”.
Sucesso total, o projeto vem crescendo com inúmeras exposições em várias instituições e espaços culturais, sempre ganhando força e aplausos das mais diversas camadas sociais e profissionais, por apresentar como importante ferramenta de abordagem e aprendizado para as áreas de Arte educação, Pedagogia, Educação Física, Música, Tetro, Português e outras.

Em 1999, a Telemar, reproduziu oito telas suas em cartões telefônicos, numa produção de mais de um milhão de cartões na série “Brincadeiras de Criança”.

Nessas obras que retratam as brincadeiras infantis podemos observar que as crianças possuem as formas do rosto, mãos, pés, mas não nas formas convencionais, com detalhes, o objetivo de Ivan Cruz sempre foi retratar crianças brincando e fica nítido em cada obra a brincadeira retratada, sendo assim, rostos, pés e mãos ficam em segundo plano.

Hoje as imagens criadas por Ivan Cruz, podem ser vistas em camisetas, imãs de geladeira, jogo da memória, gravuras e diversas aplicações destas, pois todos devem ter acesso à Arte e à tão rico tema.
Suas telas são de cores fortes e variadas de cerca de 1 metro por 1 metro (1 metro quadrado) em técnica: Acrílico sobre tela, logo chamam a atenção da garotada que se diverte, junto aos adultos que entram em um verdadeiro “túnel do tempo” ao rever suas gostosas brincadeiras.

Fonte de pesquisa / Aquisição das obras do artista: www.brincadeirasdecriança.com.br







Atividades – Releituras

Objetivo: Reler as obras de Ivan Cruz de diversas maneiras fazendo com que as crianças resgatem as brincadeiras infantis que fizeram parte da vida dos seres humanos por séculos e séculos.
 
01 – Releitura – “Brincadeiras Infantis” – Brincando pra valer
Trabalho desenvolvido pela prof. Silnara Silva Franco da EE Fúlvio Abramo de São Paulo com os alunos do Ensino Fundamental I.
Obs: Os brinquedos em madeira foram confeccionados pelo pai da professora.

Material:
Obra / fundo - papelão, cola branca, cola quente, Tinta Acrílica, Guache ou PVA, pincéis chatos ref. 054, nº 12 e 16, TNT, tesoura e papel color set.
Brinquedos – madeira, latas, cordinha, rolemã, prego grosso, martelo, pregos, Tinta Acrílica e pincéis. 



Modo de fazer – obra / fundo:
a)    Inspire-se na obra de Ivan Cruz e recorte o papelão em formato de casa. Pinte com guache, Tinta PVA ou Tinta Acrílica. Recorte as janelas e flores em papel color set e cole sobre as casas.
b)    Montagem – Cubra a parece com TNT azul. Coloque sobre ele as casas feitas em papelão.
c)    Para reler as obras, as crianças precisam ficar na frente das casas brincado com carrinho de rolemã, pipas, rolos, pé de lata, bolinha de sabão, perna de pau e outros.






02 – Releitura – “Meninos pulando cela” – Pintura de lata
Trabalho desenvolvido pela prof. Simone Klumpp – São Miguel Paulista - SP   
            
Material: Primer, Tinta Acrílica, pincel ref. 054 nº 12 e 08.

Modo de fazer:
a)    Passe uma demão de Primer sobre a lata, espere secar e passe uma segunda demão.
b)    Inspire-se numa das obras de Ivan Cruz, desenhe-o na lata e pinte com Tinta Acrílica.
c)    Contorne com a própria Tinta Acrílica preta, utilizando um pincel mais fino.



03 – Releitura – “Bolinhas de sabão” - Customização de camiseta
Trabalho desenvolvido pela prof. Simone Klumpp – São Miguel Paulista - SP   

Material: camiseta, retalhos de tecido, botões, Tintas de tecido, Super cola pano, Canetas Acrilpen, Tinta Dimensional Brilliant branca e preta, pincéis, linha, agulha e tesoura.

Modo de fazer:
a)    Inspire-se numa das pinturas de Ivan Cruz e crie seu desenho sobre a camiseta.
b)    Pinte as casas, chão, bolinhas, crianças e outros detalhes com Tinta de tecido.
c)    Recorte pedaços de tecido e cole sobre o desenho com Super cola pano. Faça os contornos com Canetas Acrilpen ou Tinta Dimensional Brilliant branca ou preta. ( fazer alguns pontinhos com linha e agulha após a colagem dos tecidos)




04 – Releitura – “Meninos pulando cela” – Montagem tridimensional
Trabalho desenvolvido pela prof. Simone Klumpp – São Miguel Paulista - SP   

Material:
caixa de camisa, jornal, caixa de leite longa vida, espuma, cola branca, cola quente, Tinta Acrílica, Primer, Giz de cera triangular, Textura criativa, Base branca acrílica para artesanato, lixa grossa, pincéis e tesoura.

Modo de fazer:

a)    Recorte um retângulo no fundo da caixa de camisa. Coloque a tampa, ela será o fundo o seu trabalho. Passe tiras de jornal para “encapar” a caixa.
b)    Passe uma demão de base acrílica para artesanato. Depois, pinte com Tinta Acrílica e dê acabamento dom Textura criativa dourada.
c)    Pinte uma lixa grossa com Giz de cera triangular. Cole sobre a caixa (fundo).
d)    Inspire-se na obras de Ivan Cruz, escolha uma e risque as crianças brincando sobre uma caixa de leite longa vida. Recorte. Proceda da mesma forma com as casas. Passe uma demão de Primer e espere secar.
e)    Pinte as casas e as crianças com Tinta Acrílica.
f)    Cole as casas sobre a lixa, em seguida, recorte na espuma as siluetas das crianças, pinte com Tinta Acrílica preta e cole sobre as casas e lixa. Por último, cole as crianças sobre a espuma para finalizar sua releitura.



05 – Releitura – “Crianças soltando pipas” – Painel

Material: tecido (algodão cru, brim ou lona), feltro, Tinta de tecido, Super cola pano, Canetas Acrilpen preta, Crystal cola e tesoura.

Modo de fazer:
a)    Pegue um pincel chato de cerdas duras e bem largo. Coloque Tinta de tecido num prato (várias cores). Passe o pincel na tinta (quase nada de tinta) e vá deslizando sobre o tecido, misturando as cores do céu ao chão.
b)    Recorte em feltro vermelho ou outra cor que escolher, as crianças, as pipas, o sol, raios e pedras. Cole esses elementos sobre o painel de maneira que fique harmonioso. Utilize a Super cola pano.
c)    Com a Caneta Acrilpen preta, risque as linhas das pipas até as crianças.
d)    Com Crystal cola prata desenhe as rabiolas. Cole os lacinhos ou tirinhas sobre o fio da rabiola.
e)    Está pronto o painel, é só colocar num lugar bem visível da escola e convidar os alunos para, num lugar adequado, fazerem um campeonato de pipas, sem cerol, é claro.



05 – Releitura – “Crianças brincando de roda” – Painel

Material: tecido (algodão cru, brim ou lona), Tinta de tecido, Super cola pano, Canetas Acrilpen preta, fitas e tesoura.

Modo de fazer:
a)    Faça o desenho no tecido inspirado na obra de Ivan Cruz escolhida.
b)    Pegue um pincel chato de cerdas duras, ref. 054, nº 16. Coloque Tinta de tecido num prato (várias cores). Passe o pincel na tinta (quase nada de tinta) e vá deslizando sobre o tecido pintando parte por parte. O pincel não deve ser encharcado para que a pintura não fique endurecida, chapada.
c)    Faça os contornos das linhas com a Caneta Acrilpen preta. Cole laços nos cabelos das meninas, faça-os com fitas de 0,5 ou 1,0 cm.
d)    Depois de pronto, coloque-o numa parede bem grande e convide as crianças para brincarem de roda. Faça um resgate da brincadeira e das músicas.



Atividades: Releituras das obras de Ivan Cruz com diferentes materiais e técnicas.


Objetivos:
a)    Conhecer a vida, as obras e as modalidades de trabalho de Ivan Cruz (pinturas, esculturas, etc)
b)    Fazer uma reflexão sobre as brincadeiras infantis que fizeram parte da infância de milhões de crianças por séculos e séculos e as mudanças que estão ocorrendo nas atitudes infantis com os novos tempos.
c)    Reler as obras do artista com diferentes materiais e técnicas, inclusive com linguagens diferentes.


Desenvolvimento dos trabalhos 
- Pergunte aos seus alunos quais as brincadeiras infantis que conhecem e praticam.
- Peça que perguntem aos pais e avós como e do que brincavam quando eram crianças.
- Mostre o quadro “Brincadeiras infantis” de Peter Brueguel de 1560 e converse sobre as brincadeiras que aparecem na obra. São as mesmas que os avós brincaram, os pais e eles brincam (nem todos).
- Mostre as obras de Ivan Cruz. Se a escola tiver sala de informática, proponha que entrem no site do artista e vejam todas as suas obras (pinturas e esculturas), pesquisem sobre suas fases, cores utilizadas, materiais, etc – www.brincadeiradecrianca.com.br
- Fale sobre a importância de brincar como lazer e como aprendizagem (aprende-se a respeitar o outro, conviver com regras, grupos, etc).
- Proponha que construam brinquedos com sucata e brinquem pra valer. Peça que escrevam sobre as brincadeiras, se aprenderam algo novo, se foi prazeroso, se a brincadeira em grupo foi agradável, etc.
- Escolha uma obra de Ivan Cruz e faça, juntamente com os alunos, a leitura formal e interpretativa dela.
- Peça que façam releituras com diferentes materiais e técnicas.
- Faça uma roda de conversa onde as crianças contarão o que aprenderam com o desenvolvimento da atividade, como foi o processo de criação, quais os novos conteúdos aprendidos e quais os relembrados.


Conteúdos trabalhados:
- Ivan Cruz – vida, obras, fases e estilo.
- Resgate das brincadeiras infantis.
- Leitura formal, interpretativa e releitura de obra de arte.
- Linhas, formas, cores, composição, sobreposição, textura, movimento, volume, harmonia, etc.

Técnicas trabalhadas / Materiais:
- Atividade 01 – “Brincadeiras infantis” – Pintura em madeira - Tinta Acrílica, Guache ou PVA
- Atividade 02 – “Meninos pulando cela” – Pintura em lata – Primer e Tinta Acrílica.
- Atividade 03 – “Bolinhas de sabão” – Customização de camiseta – Tinta de tecido Super cola pano e Canetas Acrilpen.
- Atividade 04 – “Meninos pulando cela” – Tinta Acrílica, Primer, Giz de cera triangular e Textura criativa.
 - Atividade 05 – “Crianças soltando pipas” – Painel – Pintura em tecido + colagem de tecido – Tinta de tecido, Super cola pano, Caneta Acrilpen e Crystal cola.
- Atividade 06 – “Crianças brincando de roda” – Painel – Pintura em tecido – Tinta de tecido, Caneta Acrilpen e Super cola pano.


Ivete Raffa
Arte educadora e Pedagoga
www.iveteraffa.com.br