Portugues Inglês Español
Clique para Voltar a Home
Busca:
Facebook Twitter You Tube Intagram Intagram
Selecione uma de nossas técnicas

 

  Brincar é uma arte que agrega prazer e conhecimento.

 

  Obras de Arte

 
  Datas Comemorativas

         •  Dia da Criança – Chegou a hora de presentear seus alunos
 

  Projeto

 

  Jogos e Brincadeiras

 
Manual do educador
Clique para baixar o manual
Clique aqui para baixar o manual
Clique para baixar o manual
Clique aqui para baixar o manual
Clique para baixar o manual
Clique aqui para baixar o manual
 
Clique para baixar o manual
Clique aqui para baixar o manual
 
Clique para baixar o manual
Clique aqui para baixar o manual
 
 
Veja mais técnicas
para educadores
 
Educador(a), entre em contato conosco
através do email:educador@acrilex.com.br
Você está em: Home > Educadores > Edição 24 > Projeto
Voltar
Projeto


Vinicius de Moraes nasceu em 1913 no Rio de Janeiro. Começou a se destacar na poesia e no canto já no Ensino Fundamental. Ao tornar-se amigo de Paulo e Haroldo Tapajoz começou a compor. Com eles e alguns amigos do colégio formaram um pequeno conjunto musical. Eles atuavam em festinhas nas casas dos conhecidos, nessa época Vinícius tinha 14 anos.

Com apenas 16 anos entrou para a Faculdade de Direito do Catete, onde se formou em 1933, ano no qual teve seu primeiro livro publicado “O caminho para a distância”. Durante o período de formação acadêmica firmou amizades com vínculos boêmios e desde então, viveu uma vida ligada à boemia.

Após alguns anos foi estudar Literatura Inglesa na Universidade de Oxford, no entanto, não chegou a se formar em razão do início da Segunda Guerra Mundial. Ao retornar ao Brasil, morou em São Paulo, onde fez amizade com Mário de Andrade, Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade e também efetivou o primeiro de seus nove casamentos. Logo após algumas atuações como jornalista, cronista e crítico de cinema, ingressou na diplomacia em 1943. Por causa da carreira diplomática, Vinicius de Moraes viajou para Espanha, Uruguai, França, Estados Unidos e México, onde ficou amigo de Pablo Neruda, contudo sem perder contato com o que acontecia na cultura do Brasil.

Vinícius de Moraes passou a vida rompendo convenções sociais. Passou da poesia culta para a popular, misturando ritmos brancos com negros, samba com candomblé e o comportamento aristocrático com o boêmio. Derrubou convenções também na área literária, usando o soneto após a revolução modernista de 1922, que cassava a composição dos 14 versos.

Diplomata de carreira, escandalizou a sociedade ao dar entrevistas cantando com um copo na mão. Em parceria com Tom Jobim, sua peça ‘Orfeu do Carnaval’, ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes, ao ser transformada por Marcel Camus no filme ‘Orfeu Negro’.



Mais tarde, junto a Tom Jobim e João Gilberto, criou a bossa-nova, um dos principais movimentos de renovação musical do Brasil. Entre os sucessos de Vinícius, destacam-se ‘Tarde de Itapoã’, ‘Garota de Ipanema’ e clássicos da MPB, como ‘Marcha da Quarta-Feira de Cinzas’, ‘Samba da Benção’ e outros. Durante esse período viveu intensamente os altos e baixos da vida boêmia, além de vários casamentos.
Apaixonado e apaixonante, esse poeta escreveu poemas e canções que embalaram e fizeram sonhar gerações.

Toquinho e Vinicius – Um parceria de sucesso
Toquinho e Vinicius de Moraes começaram a compor juntos no fim de 1969. Em 1971 saiu o primeiro de muitos discos com composições da dupla. Como nessa época Vinicius já havia sido compulsoriamente aposentado de sua carreira diplomática e se dedicava à carreira artística, foram numerosos os shows que fizeram juntos, às vezes ao lado de outros artistas, como Maria Creuza, Miúcha e Tom Jobim. Também excursionaram por diversos países.

Vinícius tinha um grande carinho pelas crianças, compôs com parceiros entre eles, Toquinho, lindas músicas infantis que resultaram em dois álbuns: A Arca de Noé Volume 1 e 2". Arca de Noé era o título de um livro que Vinícius tinha lançado na década de 70. Ele e Toquinho compuseram músicas falando de cada animal da arca onde, segundo a Bíblia, Noé protegeu os animais do dilúvio.



Com as canções prontas, a dupla convocou os maiores nomes da MPB da época — Elis Regina, Elba Ramalho, MPB-4, Ney Matogrosso, entre outros — para gravar. A série fez muito sucesso. Foram vários discos e programas especiais de televisão. O que mais impressionava era a poesia das canções, o tratamento dado a cada bicho. É a melhor lembrança que as novas gerações podem ter de Vinicius de Moraes é que ele foi um poeta sensível ao mundo infantil.

Atividades:
Confecção de animais com diferentes materiais que ilustrem as músicas de Vinícius.

Objetivos:
a)    Conhecer o artista Vinícius de Moraes, suas músicas, principalmente as músicas dedicadas às crianças.
b)    Refletir sobre a mensagem que cada música traz ao mundo de hoje.
c)    Fazer com que as crianças cantem as músicas de Vinícius e, se possível, promover o acompanhamento do canto com instrumentos de bandinha ou instrumentos de sucata.
d)    Confeccionar os animais que as músicas retratam e produzir os sons (onomatopeias) dos animais.
e)    Utilizando os animais produzidos, criar uma peça onde eles “falem” sobre a preservação do planeta e a responsabilidade de cada um para uma vida com qualidade no futuro.

Desenvolvimento:
a)    Peça às crianças que perguntem aos pais sobre o poeta e cantor “Vinícius de Moraes”. Em posse das informações, promova uma roda de conversa onde cada criança dirá o que aprendeu sobre ele.
b)    Peça que cantarolem as músicas que conseguiram aprender.
c)    Coloque as músicas “A porta” e “A casa” para que as crianças ouçam e converse com eles sobre o que elas dizem.
d)    Coloque a música “O relógio”. Fale com as crianças sobre o tempo e como devemos tratá-lo em nossa vida (organização do tempo).
e)    Toque o CD “Arca de Noé I ou II” pra que eles conheçam as músicas.
f)    Fale sobre a Arca de Noé e o conceito de preservação das espécies animais que Noé teve diante do que estava por vir (dilúvio).
g)    Peça que pesquisem o som que emite cada animal. Depois, todos juntos, deverão reproduzir o som do gato, do porco, do cachorro, etc.
h)    Oriente-os a fazer os animais que as músicas retratam.
i)    Divida-os em grupos e peça que criem uma peça (teatro de fantoches) que fale sobre a preservação do planeta e a responsabilidade de cada um para que tenhamos vida com qualidade no futuro. Aproveite para estudar o documento firmado entre as nações sobre o planeta na reunião “Rio + 20”.
j)    Apresentação das peças de teatro.
k)    Reflexão sobre o que foi abordado. Quais conteúdos e valores foram trabalhados?


Técnicas trabalhadas / Materiais utilizados:

Técnicas trabalhadas
- Recorte e colagem
- Pintura
- Montagem tridimensional

Materiais

- Sucata rolinhos de papel higiênico, cascas de ovos, garrafa PET e CDs.
- Papéis / EVA – papel micro ondulado, color set, EVA colorido e estampado.
- Tintas / Colas – Tinta acrílica, PVA, Confetti, Guache, Giz de cera, Cola Glitter e Crystal cola.

A PORTA
Eu sou feita de madeira / Madeira, matéria morta / Mas não há coisa no mundo / Mais viva do que uma porta / Eu abro devagarinho / Pra passar o menininho /Eu abro bem com cuidado / Pra passar o namorado / Eu abro bem prazenteira / Pra passar a cozinheira / Eu abro de supetão / Pra passar o capitão / Só não  abro pra essa gente  / Que diz (a mim bem me importa...) / Que se uma pessoa é burra / É burra como uma porta / Eu sou muito inteligente! / Eu fecho a frente da casa / Fecho a frente do quartel / Fecho tudo neste mundo  /.Só vivo aberta no céu.



A CASA
Era uma casa / Muito engraçada / Não tinha teto / Não tinha nada / Ninguém podia / Entrar nela não / Porque na casa / Não tinha parede / Ninguém podia fazer pipi / Porque penico não tinha ali. / Mas era feita com muito esmero / Na rua dos bobos, número zero.



Relógio
Passa tempo, tic-tac, tic-tac, passa hora / Chega logo tic-tac, tic-tac e voa-te embora / Passa tempo / Bem depressa / Não atrasa  / Não demora / Que já estou muito cansado / Já perdi toda a alegria / De fazer meu tic-tac / Dia e noite, noite e dia / Tic-tac, Tic-tac, Tic-tac...



Atividade 01 – Construção da Arca de Noé e dos animais
Obs: No Manual IV para Educadores, da pg 34 a 39, é sugerido o trabalho em sala de aula com o projeto “A arca de Noé”. Você encontrará atividades com EVA, isopor e feltro, origami, colher de pau, massinhas e papelão.

ARCA DE NOÉ

Sete em cores, de repente,  / O arco-íris se desata  / Na água límpida e contente / Do ribeirinho da mata. / O Sol, ao véu transparente  / Resplandece resplendente, / No céu, no chão, na cascata.  / E abre-se a porta da arca / Lentamente surgem francas  / A alegria e as barbas brancas  / Do prudente patriarca  / Vendo ao longe aquela serra  / E as planícies tão verdinhas / Diz Noé: "Que boa terra  / Pra plantar as minhas vinhas / Ora vai, na porta aberta  / De repente, vacilante  / Surge lenta, longa e incerta / Uma tromba de elefante  / E de dentro de um buraco / De uma janela aparece  / Uma cara de macaco  / Que espia e desaparece  / “Os bosques são todos meus!"  / Ruge soberbo o leão / "Também sou filho de Deus!"  / Um protesta; e o tigre: "Não!"  / A arca desconjuntada  / Parece que vai ruir / Entre os pulos da bicharada / Toda querendo sair  / Afinal com muito custo / Indo em fila, aos casais / Uns com raiva, outros com susto  / Vão saindo os animais / Os maiores vêm à frente / Trazendo a cabeça erguida / E os fracos humildemente / Vêm atrás, como na vida / Longe o arco-íris se esvai  / E desde que houve essa história  / Quando o véu da noite cai / Erguem-se os astros em glória  / Enche o céu de seus caprichos  / Em meio à noite calada / Ouve-se a fala dos bichos / Na terra repovoada.



Atividade 02 – Construção dos animais
As atividades sugeridas para se trabalhar com as crianças foram enviadas pela  prof. Francine Souto do Colégio Cavlac de São Miguel Paulista – SP.

O PINGUIM
Bom dia Pinguim / Onde vai assim com ar apressado? / Eu não sou malvado / Não fique assustado / Com medo de mim / Eu só gostaria de dar um tapinha / No seu chapéu de jaca / Ou bem de levinho / Puxar o rabinho / Da sua casaca. / Quando você caminha / Parece o Chacrinha / Lelé da caixola / E um velho senhor / Que foi meu professor / No meu tempo de escola.
Pinguim, meu amigo / Não zangue comigo / Nem perca a estribeira / Não pergunte por quê / Mas todos põem você / Em cima da geladeira.



Atividade – “Pinguim porta trecos”

Material:
garrafa PET lisa, Cola branca, Cola para EVA, Marcador permanente, Cola glitter, furador, tesoura, papel micro-ondulado preto e branco, EVA vermelho, laranja e estampado, fita 0,5 cm de largura e olhos móveis.

Modo de fazer:
a)    Recorte a parte superior da garrafa PET.
b)    Encape a garrafa PET com papel micro ondulado preto.
c)    Recorte uma forma que lembra um coração alongado no papel micro ondulado branco. Cole sobre o preto (carinha do pinguim).
d)    Recorte o bico e as patas do pinguim no EVA laranja. Faça pespontos com o Marcador permanente preto. Cole o bico na carinha do pinguim e as patas na parte inferior da garrafa.
e)    Cole os olhos móveis. Corte uma tira de EVA vermelho e cole sobre o trabalho (cachecol do pinguim).
f)    Decore o cachecol com Marcador permanente preto e Cola glitter prata.
g)    Corte uma tira de EVA estampado (chapéu), faça quatro pontas como se fossem triângulos e faça um furo com o furador em cada uma das pontas.
h)    Cole na parte inferior uma tira de EVA vermelho. Junte as partes para formar o chapéu com grampos (grampeador).
i)    Finalize passando a fita pelos buraquinhos feitos nas quatro pontas do chapéu.

O ELEFANTINHO

Onde vais, elefantinho / Correndo pelo caminho / Assim tão desolado? / Andas perdido bichinho / Espetaste o pé no espinho / Que sentes, pobre coitado? / - Estou com um medo danado / Encontrei um passarinho!

Atividade – “Elefantinho”

Material:
papel color set, Big Canetas Hidrográfica, Cola branca, tesoura, grampeador, olhos móveis e tesoura.

Modo de fazer: “Elefantinho – papel”
a)    Corte um retângulo de papel color set e, com ele, faça um canudo (corpo do elefante).
b)    Recorte, da mesma cor, duas orelhas e um tromba. Faça linhas em toda a volta como se fossem pespontos com a Caneta Hidrogáfica preta. Cole no cone.
c)    Finalize colando os olhinhos móveis.



Atividade – Elefantinho com CD”

Material: EVA marrom, CDs (04), Cola de EVA, Cola  glitter, Marcador permanente preto, fita e tesoura.

Modo de fazer: “Elefantinho – CD”
a)    Recorte as orelhas, as patas e tromba do elefante. Faça os contornos com Marcador permanente preto.
b)    Coloque sobre uma mesa dois CDs. Recorte uma tira de EVA com 2 cm de largura e vinte de altura. Cole a tira unindo o dois CDs. Cole as duas orelhas no CD superior e as patas no CD inferior.
c)  
  Cole dois outros CDs por cima para formar o elefante. Cole a barriga, os olhos, a tromba e o chapéu. Finalize com Cola glitter.



O LEÃO
Leão! Leão! Leão! / Rugindo como um trovão / Deu um pulo, e era uma vez / Um cabritinho montês.
Leão! Leão! Leão! / És o rei da criação!
Tua goela é uma fornalha / Teu salto, uma labareda / Tua garra, uma navalha / Cortando a presa na queda. / Leão longe, leão perto / Nas areias do deserto. / Leão alto, sobranceiro / Junto do despenhadeiro. / Leão na caça diurna / Saindo a correr da furna.
Leão! Leão! Leão! / Foi Deus que te fez ou não?
O salto do tigre é rápido / Como o raio: mas não há / Tigre no mundo que escape / Do saldo que o Leão dá. / Não conheço quem defronte / O feroz rinoceronte. / Pois bem, se ele vê o Leão / Foge como um furacão. / Leão se esgueirando, à espera / Da passagem de outra fera... / Vem o tigre; como um dardo / Cai-lhe em cima o leopardo / E enquanto brigam tranquilo / O leão fica olhando aquilo. / Quando se cansam, o Leão / Mata um com cada mão.
Leão! Leão! Leão! / És o rei da criação!

Atividade –
“Leão com palitos de sorvetes”

Material: papel color set laranja, vermelho e preto, Big Canetas Hidrográficas, pincel ref 054, nº 10, Cola branca, Guache amarelo, palitos de sorvete e Tinta Confetti.

Modo de fazer:

a)    No papel color set laranja desenhe a cara de um leão. Recorte. Cole olhos e nariz (papel color set preto) e a boca (papel color set vermelho). Faça os contornos com Big Caneta Hidrográfica preta.
b)    Pinte os palitos de sorvetes com guache amarelo. Nas pontas, pinte com Tinta Confetti. Cole os palitos por trás da cabeça do leão para fazer a juba.



Atividade – “Leão com copinhos plásticos”

Material: EVA amarelo, Cola para EVA, Tinta Confetti, Marcador permanente preto, copinhos plásticos, tesoura, pincel e olhinhos móveis.

Modo de fazer:
a)    No EVA amarelo recorte a juba do leão (lembra uma flor com pétalas pontiagudas). Cole um copinho de cada lado dela pra formar o leão (um copinho será o corpo e o outro a cabeça do leão).
b)    Recorte um círculo no EVA amarelo e cole na frente do copinho (nariz e boca do leão). Faça os detalhes com Marcador permanente preto.
c)    Cole os olhinhos móveis e o rabo do elefante (EVA amarelo). Pinte o rabinho e a juba do leão com Tinta Confetti.




O PERU
Glu! Glu! Glu! / Abram alas pro Peru! / O peru foi a passeio  / Pensando que era pavão / Tico- tico riu-se tanto / Que morreu de congestão. / O Peru dança de roda / Numa roda de carvão / Quando acaba fica tonto / De quase cair no chão. / O Peru se viu um dia / Nas águas do ribeirão / Foi-se olhando foi dizendo / Que beleza de pavão! / Glu! Glu! Glu! / Abram alas pro Peru!

Atividade – “Perú – chapéu”

Material: EVA laranja e prato, papel color set laranja, preto e branco, Cola de EVA, Tinta Confetti, Crystal cola preta, lastex, tesoura e garrafa PET transparente.

Modo de fazer:
a)    Recorte a garrafa PET e deixe-a com 12 cm de altura + a tampinha.
b)    Recorte no EVA várias “penas” (preto e laranja). Cole-as com cola quente no topo da garrafa.
c)    Em color set laranja faça o bico do pavão. No color set preto recorte a pele que o pavão tem que sai da parte superior do bico. No papel color set branco ou cartolina, recorte os olhos e pinte a parte preta com Crystal cola preta. Cole-os sobre a garrafa PET (olhos, bico e pele).
d)    Faça dois furos um de cada lado do chapéu e amarre o lastex para encaixar o chapéu na cabeça da criança. Pinte as “penas” do peru com Tinta Confetti.



O PATO
Lá vem o Pato / Pata aqui, pata acolá / Lá vem o Pato / Para ver o que é que há.
O Pato pateta / Pintou o caneco / Surrou a galinha / Bateu no marreco / Pulou do poleiro / No pé do cavalo / Levou um coice  / Criou um galo  / Comeu um pedaço  / De jenipapo / Ficou engasgado / Com dor no papo / Caiu no poço / Quebrou a tigela / Tantas fez o moço / Que foi pra panela.

Atividade - “Pato”

Material: papel color set amarelo e laranja, Big Canetas Hidrográficas, cola branca e tesoura.

Modo de fazer:

a)    Recorte um retângulo de papel color set amarelo e, com ele, faça um cilindro unindo as duas pontas com cola (cabeça do pato). Se quiser pode fazer com rolinho de papel higiênico (encape com papel amarelo ou pinte com guache amarelo).
b)    Recorte no papel color set amarelo um círculo e, com ele, faça um cone. Faça um furo no rolinho que você fez e encaixe o cone (corpo do pato).
c)    Recorte uma tira de papel color set amarelo, num dos lados recorte tirinhas, enrole (penas do patinho). Faça outro furinho no rolinho (cabeça) e encaixe as “penas”.
d)    Recorte no papel color set laranja o bico e os pés do patinho. Faça pespontos com a Big Caneta Hidrográfica preta. Cole na carinha do patinho.
e)    Recorte duas formas (asas) e cole nas laterais do pato.



AS BORBOLETAS

Brancas / Azuis / Amarelas / E pretas / Brincam / Na luz / As belas / Borboletas / Borboletas brancas / São alegres e francas / Borboletas azuis / Gostam muito de luz / As amarelinhas / São tão bonitinhas / E as pretas, então / Ó, que escuridão.

Atividade
– “Borboletas porta-bombons”

Material: Giz de cera triangular, Big Caneta Hidrográfica preta, Cola branca, Crystal cola prata, Cola glitter, Massinha Soft, palito de sorvete, EVA verde e rosa, garrafa PET (coca cola),  papel color set de cores variadas e tesoura.

Modo de fazer: Corte uma garrafa plástica de coca cola pela metade. Corte a parte superior como se fossem cinco pétalas de flor, em formato de “n”, você terá nnnnn.
1)    Dobre as “pétalas” para dentro para fazer o porta-bombons. Decore-o com a borboleta feita em EVA, decorada com Cola glitter. Em volta, coloque florzinhas feitas com massinhas.
2)    Decore a borboleta e o restante do EVA com Crystal cola.



Atividade – “Borboletas no palito de sorvete”

Modo de fazer:
a)    Recorte as asas e o corpo da borboleta no papel color set. Decore com recortes de color set pintados com Giz de cera triangular e Cola glitter. Faça a carinha da borboleta com Big Canetas Hidrográficas preta, cole as antenas (papel color set preto) e cole no palito (fantoches).



Atividade – “Borboleta feita com as mãos”

Modo de fazer:
a)    Coloque a mão sobre o papel color set colorido e risque. Dobre o papel e recorte, sairão duas asas (mãos). Decore as asas com Giz de cera triangular e Cola glitter,
b)    Faça o corpinho da borboleta com o papel color set de outra cor. Pinte com Giz de cera triangular. Faça a carinha com a canetinha preta e cole sobre as asas.



Atividade
– Borboletas voadoras”

Modo de fazer:
a)    Faça linhas retas e curvas sobre uma folha de papel branco (cartolina). Pinte cada espaço com Giz de cera triangular de uma cor. Separe os espaços com o giz de cera preto. Recorte borboletas pretas (papel color set) e cole sobre o papel colorido. Com canetinhas faça as anteninhas das borboletas.
b)    Faça uma moldura de papel color set preto e cole sobre o trabalho para realçar.



AS ABELHAS
         A abelha-mestra / E as abelhinhas / Estão todas prontinhas / Para ir para a festa / Num zune-que-zune / Lá vão pro jardim / Brincar com a cravina / Valsar com o jasmim / Da rosa pro cravo / Do cravo pra rosa / Da rosa pro favo / E de volta pra rosa.
         Venham ver como dão mel / As abelhas do céu / Venham ver como dão mel / As abelhas do céu.
         A abelha-rainha / Está sempre cansada / Engorda a pancinha / E não faz mais nada / Num zune-que-zune / Lá vão pro jardim / Brincar com a cravina / Valsar com o jasmim / Da rosa pro cravo / Do cravo pra rosa / Da rosa pro favo / E de volta pra rosa.
         Venham ver como dão mel / As abelhas do céu / Venham ver como dão mel / As abelhas do céu.

Atividade – “Abelhas – móbile”

Material: EVA marrom, amarelo, branco e laranja, vermelho e verde, fitas finas, palitos de sorvete, Marcador permanente preto, olhinhos móveis, Crystal cola e tesoura.

Modo de fazer:
a)    Faça o desenho de uma abelha (cabeça e corpo), risque no EVA marrom e recorte. Cole por cima do EVA marrom, o EVA amarelo (carinha e listras -corpo). Desenhe a carinha com Marcador permanente preto. Cole o nariz (EVA laranja) e os olhinhos móveis. Cole as asinhas por trás do corpo da abelha. Cole as anteninhas. Finalize com um laço de fita.
b)    Cole palitos de sorvete para fazer as hastes do móbile ou utilize arames.



Atividade – “Bilboquê” – A flor engole a abelha

Modo de fazer:
a)    Corte a parte superior da garrafa PET, deixe com aproximadamente 12 cm. Corte uma flor no EVA ou papel color set vermelho, passe Tinta Confetti para dar brilho. Tire a parte central (miolo). Cole com cola quente na boca da garrafa PET.
b)    Faça uma abelhinha usando EVA amarelo e Crystal cola preta. Cole por trás da abelhinha uma moeda pra que ela fique mais pesada.
c)    Prenda uma fita fina de mais ou menos 45 cm, na abelhinha e a outra extremidade prenda no gargalo da garrafa (por dentro). Finalize com EVA verde.




O GATO

Com um lindo salto / Leve e seguro / O gato passa / Do chão ao muro / Logo mudando / De opinião / Passa de novo / Do muro ao chão / E pisa e passa / Cuidadoso, de mansinho / Pega e corre, silencioso / Atrás de um pobre passarinho / E logo para / Como assombrado / Depois dispara / Pula de lado / Se num novelo
Fica enroscado / Ouriça o pelo, mal-humorado / Um preguiçoso é o que ele é / E  gosta muito de cafuné / Com um lindo salto / Leve e seguro / O gato passa / Do chão ao muro / Logo mudando / De opinião / Passa de novo / Do muro ao chão / E pisa e passa / Cuidadoso, de mansinho / Pega e corre, silencioso / Atrás de um pobre passarinho / E logo para / Como assombrado / Depois dispara
Pula de lado / E quando à noite vem a fadiga / Toma seu banho / Passando a língua pela barriga

Atividade –
“Gato porta-trecos”

Material: EVA amarelo, rosa e marrom, Marcador permanente preto, Giz de cera triangular, Cola de EVA, Tinta Confetti, Cola gliter, CDs, embalagem de leite longa vida, tesoura e fitas.

Modo de fazer:
a)    Recorte a caixa de leite longa vida, deixando-a com 13 cm de altura. Encape com EVA amarelo. Recorte a carinha do gato, as patas, bochecha, etc.
b)    Cole as partes com Cola de EVA. Faça os contornos com o Marcador permanente preto. Cole uma oval na frente da caixinha. Sobre ela passe Tinta Confetti e finalize com um laço.
c)    Dentro utilize para colocar bombons, balas ou materiais escolares.



CORUJINHA
Corujinha, corujinha / Que peninha de você / Fica toda encolhidinha / Sempre olhando não sei que / O seu canto de repente / Faz a gente estremecer / Corujinha, pobrezinha / Todo mundo que te vê / Diz assim, ah, coitadinha / Que feinha que é você / Quando a noite vem chegando / Chega o teu amanhecer / E se o sol vem despontando / Vais voando te esconder / Hoje em dia andas vaidosa /  Orgulhosa como quê / Toda noite tua carinha / Aparece na TV / Corujinha, coitadinha  / Que feinha que é você.
Atividade – “Corujinhas – Rolinhos de papel higiênico”

Material:
rolinho de papel higiênico, Tinta Acrílica, Cola branca, olhos móveis, EVA e tesoura.


Modo de fazer:
a)    Pinte os rolinhos de papel higiênico com Tinta Acrílica. Pinte um para o corpinho e meio rolinho para as asas.
b)    Recorte duas asas (formato de folha) e cole uma de cada lado. Dobre o rolinho na parte superior.
c)    Cole o bico (triângulo de EVA amarelo) e os olhos móveis.



O PORQUINHO
Muito prazer, sou o porquinho / Eu te alimento também / Meu couro bem tostadinho / Quem é que não sabe o sabor que tem / Ser você cresce um pouquinho / O mérito, eu sei / Cabe a mim também / Se quiser, me chame / Te darei salame / E a mortadela / Branca, rosa e bela / Num pãozinho quente / Continuando o assunto / Te darei presunto / E na feijoada / Mesmo requentada / Agrado a toda gente / Sendo um porquinho informado / O meu destino bem sei / Depois de estar bem tostado / Fritinho ou assado / Eu partirei / Com a tia vaca do lado  / Vestido de anjinho / Pro céu voarei / Do rabo ao focinho / Sou todo toicinho / Bota malagueta / Em minha costeleta / Numa gordurinha / Que coisa maluca / Minha pururuca / É uma beleza / Minha calabresa / No azeite fritinha

Atividade – “Porquinho – Copinhos plásticos”

Material: EVA rosa, copinhos plásticos, Marcador permanente preto, olhinhos móveis, cola para EVA e tesoura.

Modo de fazer:
a)    Desenhe um círculo no EVA  com o diâmetro do tamanho da boca do copinho e nele desenhe as orelhas do porquinho. Recorte. Cole um copinho de cada lado (corpo e cabeça).
b) 
   Recorte um círculo (focinho) e cole na frente do porquinho. Faça os detalhes com Marcador permanente preto e finalize com olhinhos móveis. Cole o rabinho.



Atividade – “Focinho de porco”

Material:
EVA rosa, Crystal cola preta, Cola de EVA, lastex e tesoura.

Modo de fazer:

a)    Recorte uma tira com 2,5 cm de largura. Recorte um círculo com 5 cm de diâmetro. Cole a tira em toda a volta do círculo. Com Crystal cola faça os furos do focinho. Finalize amarrando lastex dos dois lados.



O PINTINHO


O pintinho / Pintinho novo / Pintinho tonto / Não estás no ponto / Volta pro ovo / Eu não me calo / Falo de novo / Não banque o galo / Volta pro ovo / A tia raposa  / Não marca touca / Tá só te olhando / Com água na boca / E se ligeiro você escapar / Tem um granjeiro / Que vai te adotar / O meu ovo está estreitinho / Já me sinto um galetinho / Já posso sair sozinho / Eu já sou dono de mim / Vou ciscar pela cidade / Grão-de-bico em quantidade / Muito milho e liberdade / Por fim  / Pintinho raro / Pintinho novo / Tá tudo caro / Volta pro ovo / E o tempo inteiro / Terás pintinho / Um cozinheiro / No teu caminho / Por isso eu digo / E falo de novo / Pintinho amigo / Então volta pro ovo / Se de repente você escapar / Num forno quente você vai parar  / Gosto muito dessa vida / Ensopada ou cozida / Até assada é divertida / Com salada e aipim / Tudo lindo, a vida é bela / Mesmo sendo à cabidela / Pois será numa panela / Meu fim / Por isso eu digo / E falo de novo /   Pintinho amigo / Então volta pro ovo / E se ligeiro você escapar / Tem um granjeiro / Que vai te adotar

Atividade – “Pintinho”

Material: embalagem de ovos, papel color set laranja e amarelo, olhinhos móveis, tesoura, Tinta guache, PVA ou Acrílica.

Modo de fazer:
a)    Recorte a embalagem de ovos (asas e corpo do pintinho). Pinte.
b)    Recorte em color set laranja dois triângulos (bico) e dois pés. Cole. Junte as partes da caixa de ovos pintada para formar o pintinho. Cole os olhos móveis e o penacho (papel color set amarelo).



Ivete Raffa
Arte educadora e pedagoga
www.iveteraffa.com.br