Portugues Inglês Español
Clique para Voltar a Home
Busca:
Facebook Twitter You Tube Intagram
Selecione uma de nossas técnicas

 

  Arte educação

 

  Obras de arte

 
  Datas Comemorativas

         • Páscoa
 

  Projetos

 

  Jogos e brincadeiras

 
Manual do educador
Clique para baixar o manual
Clique aqui para baixar o manual
Clique para baixar o manual
Clique aqui para baixar o manual
Clique para baixar o manual
Clique aqui para baixar o manual
 
Clique para baixar o manual
Clique aqui para baixar o manual
 
Clique para baixar o manual
Clique aqui para baixar o manual
 
 
Veja mais técnicas
para educadores
 
Educador(a), entre em contato conosco
através do email:educador@acrilex.com.br
Você está em: Home > Educadores > Edição 05 > Obras de arte
Voltar
Obras de arte


Possibilidades de criação:

“Paul Klee” – O pintor que queria reinventar o mundo


Paul Klee, nasceu em Berna, Suiça, em 1879. Seus pais eram professores de música e, ainda menino aprendeu a tocar violino. Adorava ouvir contos de fada contados por sua avó. Gostava de desenhar e pintar, mas seus desenhos eram muito diferentes dos desenhos dos meninos de sua idade.

Foi para Munich em 1898 estudar arte, depois estudou na Itália. Seus trabalhos eram feitos com desenhos e gravuras em metal (técnica da água forte). Em 1906 começou a expor suas obras em Berna, Zurique e Basiléia. Visitou Robert Dalaunay (pintor cubista) em Paris e se encantou com suas obras. Começou a pintar utilizando muitas linhas, formas e “Grandes pontos de luz”.

Em 1920, Klee foi convidado a ensinar na Bauhaus (principal escola de arte da Europa). Com Kandinsky, Feininger e Jawlensky, formavam “Os quatro cavaleiros azuis”. As obras realizadas durante esse período estão cheias de imagens misteriosas e são repletas de cores.

Paul fez inúmeras experiências com materiais de pintura e gravação. Inovou o campo das artes com suas obras de estilos inovadores. Ele era extremamente criativo. Fez uma série de pinturas inspiradas em van Gogh, Cézanne, Matisse e outros representantes da escola francesa. Nessa época Paul escreveu muitos artigos sobre a arte, que segundo os críticos, já são verdadeiras rupturas com a arte tradicional e o nascimento da arte moderna, principalmente a arte abstrata.

Além do enorme reconhecimento de sua arte na Europa, o trabalho de Klee atravessou o Atlântico e foi exibido em Nova York em 1924. Ele foi considerado o pai da pintura abstrata, sua pintura assume um caráter figurativo, oscilando entre o impressionismo e o surrealismo.

Paul não se ocupava em pintar problemas sociais ou políticos como muitos pintores do seu tempo. Ele gostava muito de pintar a fantasia, o encantamento, queria reinventar o mundo. Em 1935 já bastante doente, continuava pintando, mas suas obras passaram a ter elementos esquematizados, linhas e, aos poucos, foram se transformando em ideogramas.

Klee experimentou muitos materiais de expressão, em alguns momentos suas obras eram pintadas com tinta à óleo, outros, aquarela, outros tinta e verniz,etc. Estava sempre buscando novos materiais, novos traços, novas técnicas, enfim estava sempre à procura do novo. Faleceu em 1940 e pintou aproximadamente 9.000 obras, a maioria em tamanhos bem pequenos.

Fonte: “Fazendo arte com os mestres I”
Ivete Raffa – Ed. Escolar.


"Senecio" (Homem velho) – 1922 é uma das obras mais famosas do pintor suíço Paul Klee. Nela, o rosto humano surge esquematizado, dividido em retângulos pelo uso da cor. Por outro lado, vários quadrados estão contidos num círculo representando a face com máscara e mostrando a face multicolorida de um arlequim.

O retrato do artista Senecio pode ser considerado um símbolo da mudança da relação entre a arte, ilusão e o mundo do drama. "Levar uma linha a passear" era como Klee descrevia seu estilo único, inspirado por uma paixão pela música e um interesse pelos sonhos e as incongruências do subconsciente, combinando inocência com sofisticação.

A obra integra o acervo do Museu de Arte de Basiléia.


Atividade: Representação de algumas obras de Paul Klee com diferentes materiais.

Objetivos:

a) Conhecer a vida e as obras de Paul Klee, as características da sua pintura, as cores utilizadas, os temas abordados, etc.

b) Escolher uma obra da artista, fazer a leitura formal e interpretativa.

c) Apropriar-se da obra e criar obras inéditas, com diferentes materiais e técnicas, partindo dela.



Atividade 01 – Representação da obra “O prisioneiro” com sucata

Modo de fazer:

Corte as duas garrafas PET de maneira que uma tenha o dobro de altura da outra.
  1. Passe duas camadas de Primer. Espere secar.

  2. Pinte com Tinta Acrílica PVA da cor que escolher.

  3. Inspirando-se na obra “O Prisioneiro”, faça os desenhos com a Tinta Dimensional preta.

  4. Passe um palito de churrasco por dentro de uma das garrafas e encaixe a outra parte (cabeça).

  5. Coloque “O prisioneiro” sobre a bandeja de isopor e, com os palitos de churrasco, monte a prisão.


Atividade 02 – “O prisioneiro” – Pintura em relevo sobre juta

Material: papelão, juta, fita dupla face, Tinta Dimensional preta.

Modo de fazer:
  1. Faça um desenho inspirado na obra “O prisioneiro” de Paul Klee. Reserve.
  2. Encape um pedaço de papelão com juta e fita dupla face.
  3. Transfira o desenho para a juta e passe sobre ele a Tinta dimensional preta.



Atividade 03 – “O prisioneiro” – Guache – Pintura respingada

Material: guache, cartolina, desenho recortado inspirado na obra “O prisioneiro”, peneirinha, escovinha de dentes.

Modo de fazer:

  1. Coloque o desenho recortado sobre a cartolina.
  2. Coloque a tinta guache na peneirinha (distante 20 cm da cartolina). Passe a escovinha de dentes sobre o guache de maneira que ele “respingue” sobre a cartolina.
  3. Depois de seco, tire o desenho recortado, aparecerá o desenho na cor da cartolina.




Atividade 04 - “Senecio” (Homem velho) – Papel mache sobre tela

Material: tela quadrada (16,5 x 16,5), papel mache, cola transparente, Tintas Acrylic colors para tela, Guache metálico, pincel e Crystal cola.

Modo de fazer:

  1. Prepare o papel mache seguindo as instruções da embalagem.
  2. Inspirado na obra “Senecio” de Paul Klee, modele a cabeça. Deixe secar de um dia para outro.
  3. Pinte a tela com a Tinta Acrylic colors, da cor que preferir.
  4. Pinte as partes modeladas com o papel mache com Guache metálico.
  5. Faça os acabamentos com guache metálico preto.Faça os olhos com Crystal cola.
  6. Cole sobre a tela com a Cola transparente.





Conteúdos trabalhados:

  • Leitura formal, interpretativa, releitura, vida e obras Paul Klee.
  • Linhas, formas, paralelas, perpendiculares, sobreposição, volume, texturas, bi e tridimensão, composição, proporção, harmonia e planos.

Técnicas trabalhadas:

  • Pintura chapada sobre sucata e montagem tridimensional – Atividade 01
  • Desenho definido por linhas em relevo – Atividade 02
  • Desenho definido por respingos de guache – Atividade 03
  • Modelagem, colagem e pintura sobre tela – Atividade 04

Possibilidades de trabalho:

  • Inicialmente apresente aos alunos as obras de Paul Klee, escolha uma delas (sugestão – “O Prisioneiro” ou “Senecio”).
  • Escolhida a obra, façam a leitura formal (linhas, formas, planos, cores, formas, etc).
  • No segundo momento faça a leitura interpretativa da obra (O que vejo na obra?, O que está representando, o que me lembra? Qual a mensagem traz a obra, etc).
  • Fale sobre o artista Paul Klee, seu estilo, as cores usadas nas obras, o tipo de pintura, o abuso das linhas e das formas, etc. Converse sobre as técnicas utilizadas por ele e como as obras de Paul Klee foram se modificando ao longo de sua carreira. Mostre que algumas obras são feitas somente com linhas, outras misturam formas e linhas e outras somente formas. Existem ainda as obras que mostram pessoas, peixes, casas, o que mostra que Paul Klee foi bastante eclético e fez obras bastante diferenciadas.
  • Fale com as crianças sobre o Abstracionismo, o que acontecia no Brasil e no mundo na época e o que isso influenciou Paul Klee.
  • Inspirado na obra escolhida, faça o seu desenho e pinte ou modele conforme as sugestões acima ou crie outras possibilidades.
  • Faça uma roda de conversa onde cada criança mostrará sua criação e contará o que aprendeu com o desenvolvimento da atividade, como foi o processo de criação, quais os novos conteúdos aprendidos e quais os relembrados.

Dicas:

  1. Para trabalhar com sucata (garrafas PET) é importante passar duas demãos de Primer antes de aplicar qualquer tipo de tinta.
  2. Para trabalhar sobre a juta é necessário ter a mão bem firme.
  3. Para preparar o Papel mache é necessário ir colocando a água aos poucos para que a massa fique com uma consistência boa para a modelagem.
  4. Espere secar muito bem para iniciar a pintura. Nunca pinte com o trabalho ainda molhado pois o resultado da pintura será com manchas.
  5. O guache metálico dá ótimo resultado final. Na embalagem vem 6 cores. Para obter outras cores é necessário misturar, mas fique atento, sempre coloque inicialmente a tinta clara e vá adicionando a mais escura bem devagar até obter o tom desejado.
  6. Lave os pincéis, seque e guarde para utilizá-lo na próxima atividade.
  7. Mexa bem as tintas antes de abrir (chacoalhe).
  8. Depois de utilizar as tintas, limpe os bicos ou as bordas e tampe bem.

 Observação: Para saber mais leia os livros “Comemorando e Aprendendo” I, II, III ou IV de autoria de Ivete Raffa – Editora Giracor.

 

Ivete Raffa
Arte educadora e pedagoga